mesversário 1 ano e 11 meses

1e11E agora falta pouco para o grande evento do ano (ao menos para mim e para os mais chegados é o maior evento do ano! hehe). No último sábado completei 1 ano e 11 meses e no domingo vovô, vovó, tio dica, tia dadaya e mamãe fizeram esta farra para comemorar!

Com 1 ano e 11 meses, muitas crianças têm maturidade cerebral e coordenação motora para montar um quebra-cabeça de três a seis pecinhas (daqueles bem básicos de madeira para encaixar animais ou formas, por exemplo). Algumas já esboçam desenhos de círculos (sem muita definição da forma, claro) e linhas verticais e horizontais.

Incentive o desenvolvimento dessas habilidades tendo à mão giz de cera e tinta (use sempre materiais apropriados para crianças e com selo de qualidade do Inmetro) para fazer arte. Participe das brincadeiras escrevendo e desenhando também, assim seu filho assistirá e terá vontade de copiá-la.

Crianças de quase 2 anos costumam obedecer ordens simples como “Venha aqui para eu botar o seu tênis” ou “Pega o copinho para a mamãe”. Elas falam cerca de duas dúzias de palavras de forma mais clara e muitas outras ainda não tão fáceis de entender — e por isso nem soam como palavras de verdade. Mas logo logo o vocabulário vai crescer tanto que você nem vai mais conseguir lembrar de todas as gracinhas que ele diz.

Aproveite para mostrar figuras e ilustrações em livros, porque a leitura é uma das melhores formas de aprimorar a linguagem. Procure histórias em que haja vários objetos, tanto familiares como outros mais novos. Ao ler, faça uma pausa de vez em quando e pergunte algumas coisas sobre o livro .

fonte: babycenter

Anúncios

um show…

mallu

No dia em que completei um ano e onze meses eu e mamãe fomos ver um show da mallu magalhães. Estranhei muita coisa no início, mas saí dizendo:

“mau foi emboa” – mallu foi embora. Gostei da pequena que mamãe tanto gosta!

«Mãe e música confundem-se para a criança, da mesma forma que se confundem mãe e alimento, mãe e carícia. A música é, para a criança pequena, todo o alimento e o carinho que nutrem, gratificam e contêm».

Prof. Doctor Levi leonido Fernandes da Silva

Pata de Leão
Composição: Mallu Magalhães

Seja então
Um vôo além do chão
De onde bate o pé
Ou a pata de leão

Sobe aos céus
Tão doce assim errado
De te ver na quinta
E pintar de tinta a cidade

Seja então um vôo além desse chão
De onde bate o pé
Ou a tua pata de leão
Olha só, assim no olho aberto
Só terei coragem
Se a viagem for pra perto…

mamá!…

mamamania

Hmmm…como gosto  deste momento  do  caminho  da creche até a casinha…mamando, mamando!


(…)Na realidade, não se conhece qual é a idade “natural” do desmame no ser humano. Cada cultura tem a esse respeito seus próprios costumes, apesar de que nenhuma desmama tão cedo quanto a cultura ocidental do século XX.

(…)

É preciso que nós profissionais de saúde adotemos um papel mais efetivo de apoio às mães que amamentam, e que contribuamos na educação da população para que estas mães recebam o respeito que merecem.

Carlos González

Médico pediatra, pai de 3 filhos amamentados até depois dos 2 anos, fundador e presidente da Asociación Pro Lactancia Materna

mais um balde prá minha história!

banho

Estou crescendo, mas não abro mão de um banho  ofurô. Então estamos sempre pensando em alternativas. Este é um cesto de roupas da vovó que me garantiu um delicioso banho no domingão dia 16!

O Balde-Ofurô é uma opção diferente para o banho do bebê, porque oferece uma oportunidade de relaxamento através da imersão na água, a exemplo dos banhos de ofurô.

A água quente (37 a 38ºC) é relaxante, analgésica e organizadora, imita o ambiente intra-uterino e permite melhora nos estados de agitação, insônia e cólica dos bebês.

fonte: GAMA

imitando…

urso

Olha eu imitando a pose do urso da padaria perto da casa da vovó, que agora  está  fantasiado de garçom!

Não podemos nos esquecer de que para ele, a imitação, o faz-de-conta, permite a reconstrução interna daquilo que é observado externamente e, portanto, através da imitação são capazes de realizar ações que ultrapassam o limite de suas capacidades.

Vygotsky

visitando…

visita

Há uma semana, vovó deu a idéia e fomos  fazer uma visita à prima dela, a Té. Além dela, encontrei e interagi por lá com o primo Marcelo e a  gata Pretinha.

A família é o primeiro agente de socialização e também o mais importante, pois é na fase inicial da vida das crianças que estas assimilam com mais facilidade os valores que lhes são incutidos, isto porque nessa fase as suas relações baseiam-se nos afetos e, como tal, estas estão mais receptivas…


sábado no parque

pq

No sábado 15, mamãe e papai me levaram ao parque aqui perto de casa. Me diverti com a areia e com os diversos brinquedos!

As brincadeiras na areia dão à criança a possibilidade de desvendar o universo à sua volta. Os aromas, as texturas e as cores estimulam praticamente todos os sentidos dos baixinhos quando eles estão nesse ambiente e, vamos ser claros, na areia dá para brincar quase o ano todo, escapando assim da tevê e do videogame. “Na fase pré-escolar, os pequenos começam a sair do egocentrismo e passam a interagir com o meio e os amiguinhos.

fonte: itodas