férias brincantes (((dicas para férias felizes))) – versão sem sair de casa

(((ARTE COM TINTA)))

Tem dias em que sair de casa nas férias não é uma opção, mas estes dias não precisam ser chatos ou monótonos, né?

Uma boa idéia para os dias em casa é propiciar a nós, crianças,  um momento com tinta e pincel, pois além de ser muito prazeroso, atiça nossa criatividade e rende produções belíssimas.

No vídeo abaixo vai o exemplo. Eu num momento super criativo e divertido!

E a mamãe coruja ainda expõe minhas obras lá no escritório!

 

Anúncios

mais música de brinquedo!

No início de dezembro, eu e mamãe tivemos o prazer de rever o show “Música de Brinquedo” da banda mineira Pato fu. Desta vez foi bem diferente da apresentação que acompanhamos no Festival Natura Nós, pois foi a inauguração do palco do teatro do novo SESC Belenzinho. Uma beleza! De noitinha, quando voltávamos para casa, disse para a mamãe, espontâneamente:

– A Fernanda Takai é maravilhosa!

Abaixo um videozim com um dos momentos do show  que curtimos:

Caetanices – tem neve?

Na tarde de natal, indo de carro para a casa de nossa tia, passamos por uma rua onde crianças brincavam e Caetano declara:

– Mamãe, quero fazer um boneco de neve. Tem neve por aqui?

Quando rindo eu respondi que não tem neve em nossas cidades, Caetano se chateou tanto que até chorou!

Mãe tem que resolver cada situação, hein?

férias brincantes (((dicas para férias felizes))) – Pedro Bandeira está prá brincadeira

Como estamos em período de férias e nem todos os amiguinhos estão viajando (como nós não estamos ainda), vamos postar dicas de locais que já visitamos e brincamos.

Para começar, esta exposição que visitamos logo no começo de dezembro e que fica no SESC Santo André até o dia 30 de janeiro:

Abaixo confiram slideshow com nossa passagem por lá num dia de contação de história:

Este slideshow necessita de JavaScript.


 

Caetanices – toy story 2

Caetano jantando uma bela sopa em companhia do papai e do Buzz Light Year, explica:

– Isso é sopa de letrinhas, Buzz.

Papai, entrando no clima, fazendo a voz do Buzz:

– Ah é? E tem a letra B aí?

Caetano, na malandragem, evitando ter de procurar tal letra:

– Tem, mas eu já comi!

hahahah