Caetanices – A cobrinha

dyhv.j

vhkvbjnk.

hj bkj.

Estava numa dessas noites como em outras com o Caetano em meu colo para dormir enquanto lia emails. De repente ele diz:

_Mamãe, quero ir dormir na minha cama, na minha.

Levo ele até a cama dele, cubro, coloco soro fisiológico no narizinho que parecia congestionado, dou um beijo e volto para o computador.

Caetano deitado no outro cômodo, vez por outra ainda mantém diálogos. E pouco depois pergunta:

_ Mamãe, você ainda está aí?

_ Estou sim filho – respondo

_ Então vou aí te contar um segredo – o pequeno anuncia

Daí ele sai da cama, entra no escritório e cochicha na minha orelha esquerda:

_ Pode aparecer uma cobrinha aqui

_ Cobrinha? – pergunto- Prá que?

E com um sorriso cheio de lógica, Caetano responde:

_ Prá te amar! Eu também te amo!

(ain! preciso dizer que enchi o cara de beijos antes de levá-lo de volta para a cama?)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s