Dia das mães 2012

E teve uma manhã fantástica na escola, com as receitas das mamãe e a receita de mamãe:

“RECEITINHA DA MAMÃE”
– 1 xícara de PACIÊNCIA
– 2 xícaras de CARINHO
– 1 xícara de TERNURA
– 3 xícaras de AFETO

– 2 xícaras de GRATIDÃO
– 7 xícaras de AMIZADE
– 4 xícaras de CUIDADO ♥ ♥ ♥
– 3 xícaras de ESPERANÇA
– 10 xícaras de SORRISO

– 1 xícara de COMPAIXÃO
– 2 xícaras de COMPANHEIRISMO
– 1 tonelada de BEIJOS, ABRAÇOS e CÓCEGUINHAS
– horas de BRINCADEIRAS e BAGUNÇAS
– 1 pitada de MIMOS
– muito ZELO e PROTEÇÃO
– 1 toque de LIMITE
ah! o segredinho para tudo dar certo é o AMOR
MODO DE PREPARO:
Misture todos os ingredientes com cuidado.

TEMPO DE PREPARO:
Para sempre, independente da idade.
E teve, claro, afagos de vovó: mãe duas vezes!!!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Primeira apresentação de judô!

No dia 26 de novembro último aconteceu a primeira apresentação de Judô do pequeno. Foi um momento muito especial, pois o pequeno demonstrou ter nesta atividade uma disciplina e um respeito que não vemos em outros momentos. Achamos muito interessante! Grande parte da família esteve presente e depois, almoço delicioso em família aqui na Casum!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Festa Julhina, festa boa sô!

E daí que uma mãe não suporte sertanejo universitário? Quando o filho é o astro de uma apresentação do gênero, a música ganha outro status! rs…A festa da escola foi linda! A Clarinha querida participou ativamente como se fosse íntima da escola e Caetano até foi convidado para a quadrilha dos ‘grandes’ no final! Tem foto e tem vídeozim!!!

Este slideshow necessita de JavaScript.

****

Primeiro passeio com a escola: Chácara Encantada

E no dia 10 de junho (aniversário do papai) Caetano saiu pela primeira vez para passear sem o papai e a mamãe, só com as professoras e os amiguinhos da escola. E tudo foi lindo e maravilhoso segundo consta! Ainda recebeu a visita surpresa da irmã Marina na volta.

Este slideshow necessita de JavaScript.

volta às aulas com cara de primeiros dias numa escola!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Voltar às aulas desta vez foi muito diferente. Sempre estivemos juntos (cae & mamãe) no espaço escolar, parecia mais uma extensão de nossa casa. Agora, cada um vai para um canto, a escola é um espaço novo do Caetano onde ele vem fazendo novos amigos, aproveitando atividades de teatro, musicalização, educação física, horticultura, culinária, judô e mais uma infinidade de coisas boas para a infância. Todos nós estamos ‘in love’ com a escola que escolhemos e com a nova rotina!

arte cênica

cenica

Olha só eu participando de uma atividade cênica da minha turminha para todas as outras turmas na creche! Levando tudo muito a sério!!!

A criança brinca de teatro? Ela apropria-se dos códigos da cultura nas suas brincadeiras. O brincar não é uma ilha isolada, mesmo que seja a emergência de um espaço de autonomia em relação à dominação adulta. Nesse caso, a criança pode manipular os signos do teatro. Mas isso ao seu modo, ao seu jeito. Separemos tal apropriação de toda noção de “teatro” a que estamos acostumados. Obviamente que estamos nos referindo à criança pequena, para a qual o mundo concreto é encantamento puro. Então, a criança ao mesmo tempo brinca e não brinca de teatro.

mais aqui

tardes ludicamente lotadas na creche!

creche

A  fase de dizer “quechi não mamãe, rua!” passou. Ando me divertindo e aprendendo tanto com colegas e educadoras que parece tudo uma festa! Tá bom, vez por outra ainda fico ranheta, mas só um pouquinho!

(…) a criança nem sempre tem clareza do que está sentindo e por que está sentindo. Ao se recusar a ir para a escola, ela não necessariamente está dizendo que não gosta da escola, das professoras, ou que algo ruim esteja acontecendo na instituição. Muitas vezes, podemos perceber que essa recusa em ir para a escola está relacionada a mudanças, por mais simples que sejam, dentro da rotina da criança. A mãe que tem trabalhado até mais tarde, a mudança do berço para a cama, a viagem do pai, a doença de um ente querido, o nascimento de um irmão, a visita de um hóspede em casa, a perda de um brinquedo, a troca da mamadeira pelo copo, a retirada da fralda, entre tantas outras situações que de alguma forma desestabilizam um pouco o dia-a-dia da criança.

A escola passa a ser um elemento que a criança consegue nomear e o usa para tentar demonstrar aos pais que algo a está incomodando.

mais aqui